UnP - Carreiras
jornalismo

Jornalismo: 7 filmes que todos da área devem assistir

O curso de Jornalismo é um dos mais procurados em todas as instituições. A profissão de jornalista está sempre se reinventando e, por isso, ainda atrai diversos estudantes todos os anos. São pessoas que pretendem trabalhar em rádio, tevê, redações e internet, a fim de abordar temas de diversos segmentos. 

Uma das principais características dos profissionais e estudantes de Jornalismo é a curiosidade. O jornalista é, naturalmente, uma pessoa que gosta de estar por dentro de diversos assuntos, além de ter uma opinião formada sobre atualidades e vasta bagagem cultural. 

Dessa forma, a maioria dos filmes que abordam o cotidiano da profissão são inspiradores, interessantes e ricos em referências culturais e históricas. Enquanto alguns oferecem uma boa noção do dia a dia da profissão, outros focam em dilemas éticos e morais a que os profissionais são constantemente expostos. Há ainda aqueles que são bons filmes para entreter com diálogos bem elaborados. 

Existem inúmeras produções memoráveis sobre o tema, mas selecionamos 7 que vão oferecer um panorama riquíssimo sobre o que é ser um jornalista. Bateu curiosidade? Então vem conferir nossa lista! 

1. Cidadão Kane – O maior filme sobre Jornalismo

Não poderia ser diferente: o primeiro filme da nossa lista é um clássico de 1941, dirigido por Orson Welles. O longa é obrigatório para estudantes de jornalismo! Ele conta a história de um magnata da Comunicação, chamado Charles Foster Kane — livremente inspirado em William Randolph Hearst. 

A trama se desenrola a partir de uma investigação que tenta descobrir o significado de “Rosebud”, a última palavra proferida por Kane antes de morrer. 

O filme figura na lista das melhores produções de todos os tempos e, para alguns críticos (como o aclamado Roger Ebert), é o melhor de todos os tempos. 

2. Spotlight

Bem mais recente, o filme Spotlight (2015) também tem como trama principal uma investigação. Dessa vez, uma iniciada pela equipe do jornal “The Boston Globe” sobre os casos de abuso sexual e pedofilia cometidos por altos membros da Igreja Católica. 

Pelo realismo da película e capricho com que foi produzida, foi ganhadora do Oscar de melhor filme em 2016 e sempre figura em listas de filmes obrigatórios para jornalistas. 

3. Medo e delírio em Las Vegas

Estrelado por ninguém menos que Johnny Depp e inspirado no livro homônimo de Hunter Thompson, “Medo e Delírio em Las Vegas”, de 1998, é a primeira comédia a aparecer aqui em nossa lista. 

O filme gira em torno do jornalista Dr. Thompson, enviado para Las Vegas para cobrir uma corrida de motos no deserto. O consumo de drogas alucinógenas e a presença de um colega advogado nada confiável torna esse filme um clássico absoluto. 

4. Rede de Intrigas

Um filme mais antigo, Rede de Intrigas é de 1976 e conta com um elenco de peso — dentre eles, a vencedora do Oscar de melhor atriz, Faye Dunaway. 

A sinopse é simples: um renomado âncora de TV recebe uma ameaça de demissão graças aos baixos índices de audiência de seu programa. Em um ato de desespero, ele ameaça cometer suicídio ao vivo, o que eleva, novamente, o interesse do público. 

Então a emissora, novamente, o readmite. Mas o que acontece em seguida é uma sequência de episódios de descontrole. Vale a pena assistir essa sátira que suscita uma poderosa reflexão sobre os limites do espetáculo (especialmente indicada para os fãs de Guy Debord). 

5. O escândalo

O filme recebeu uma indicação ao Oscar de melhor atriz pela atuação ímpar de Charlize Theron. Mesmo assim, a produção dividiu opiniões de críticos e espectadores ao retratar a história de três mulheres assediadas pelo magnata do jornalismo da Fox, Roger Ailes. 

O mais interessante é que a história é baseada em fatos reais e acontece em 2016, período especialmente turbulento graças à candidatura de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos. 

6. O diabo veste Prada 

Um filme leve e divertido sobre o cotidiano de Andy Sachs, uma jovem jornalista de moda que acaba de ingressar na redação de uma grande revista feminina. Meryl Streep é a poderosa editora que transforma o dia a dia de Andy em um inferno, mas também em um grande aprendizado. 

7. Mil Vezes boa noite

Rebecca, interpretado pela talentosíssima Juliette Binoche, é uma fotógrafa de guerra que acompanha mulheres que arquitetam um ataque terrorista no Afeganistão. 

O filme questiona a responsabilidade ética da jornalista, bem como questões específicas que giram em torno de dramas familiares, segurança e até onde vai o trabalho do jornalista e começa sua vida pessoal. 

O que achou de nossa lista? Deixe nos comentários suas indicações de filmes sobre Comunicação e Jornalismo. E se você quer ficar atualizado sobre a vida acadêmica, cursos e carreira, é só acompanhar os posts do blog UNP!

Thaís Isel

Comentar