Blog da UnP

Humanas e exatas: descubra as diferenças entre as duas áreas

Tem dúvidas sobre esses dois campos de estudo? Saiba mais a respeito das características, cursos e profissões que fazem parte deles

É comum ouvir comparações entre estudantes de Humanas e Exatas. Mas, afinal, além do perfil, o que mais diferencia as oportunidades e profissionais dessas duas áreas?

O primeiro ponto importante é entender que essas são duas áreas do conhecimento. Ou seja, separá-las é algo que vai muito além da divisão que costumamos a descobrir ainda no período da escola, entre Matemática e Português, por exemplo. Na realidade, estamos nos referindo a algo que abrange diversas matérias, cursos e também profissões.

Pensando nisso, reunimos neste post alguns dos principais pontos que definem Humanas e Exatas. Entre eles, as características, graduações e possibilidades de atuação que estão relacionadas a cada uma. Além de dicas para ajudar a descobrir com qual delas você combina mais. Continue lendo e descubra!

Humanas e Exatas:  veja quais são as diferenças entre essas duas áreas
Humanas e Exatas: veja quais são as diferenças entre essas duas áreas

Humanas e Exatas: a importância de escolher bem

Ao terminarmos o ensino médio, nos deparamos com a difícil tarefa de decidir escolher um curso de faculdade. Para acertar, é importante saber com qual tipo de conteúdo estamos mais familiarizados, o que gostamos de estudar e os assuntos com os quais temos mais facilidade de lidar.

Imagine, por exemplo, se você começar um curso de Engenharia, com vários cálculos e equações, quando, na verdade, o que realmente gosta é de estudar língua portuguesa e ensiná-la? Dedicar um tempo para entender com o que você se dá melhor é importante antes de qualquer decisão.

É lógico, as matérias com as quais você tinha maior afinidade na época do colégio, são um bom primeiro indicativo. Mas o ideal é dar um passo a frente e compreender qual de fato será sua rotina dependendo da profissão que selecionar aprender.

Área de Humanas

Quando falamos de Ciências Humanas, estamos nos referindo a estudos que buscam compreender a complexidade da sociedade humana. Dessa forma, abordam temas relacionados a aspectos históricos, filosóficos e comportamentais. Política, economia e a relação do indivíduo com o mundo também são assuntos que fazem parte desse campo.

Trata-se de uma área ideal para quem gosta de leitura, temas culturais e tudo o que está relacionado ao pensamento humano. Confira alguns exemplos de graduações que são parte desse ramo:

Área de Exatas

De maneira simples, é possível definir este campo como aquele relacionado ao raciocínio lógico. Dessa forma, envolve cálculos, medições e expressões matemáticas.

Ou seja, quem opta por essa área terá uma rotina em que a atividade de resolver problemas ligados aos números é constante. A ideia é utilizá-los para determinar métodos e testar hipóteses. E, dessa forma, elaborar previsões e medições nas mais variadas situações e casos.

Confira alguns exemplos de cursos de faculdade que fazem parte das Ciências Exatas:

 

Humanas ou Exatas: qual área é melhor?

Algo importante a ser levado em conta é que não existe um campo de estudo que seja melhor que o outra. Na verdade, há aquele com o qual você mais se identifica. Por isso, nada de cair naquela conversa daquele conhecido que diz que uma área é muito melhor que a outra, ok?

Cada ramo possui chance de crescimento, ótimos cursos superiores e grandes oportunidades de emprego. O diferencial está nas suas características e perfil: só você poderá saber qual é a melhor para seguir.

Por isso, ao fazer uma análise para escolher seu caminho, é importante não ficar muito preso ao suposto status que cada profissão proporciona. Afinal, mais do que ofício em si, o sucesso surge por meio da autoidentificação e esforço de cada um.

 

Como saber se sou de Humanas ou Exatas?

Um bom início para definir entre essas duas áreas de estudo é analisar seus gostos pessoais. E você pode fazer isso respondendo a algumas perguntas relacionadas à rotina. Elas ajudarão a entender aquilo com o que você tem mais afinidade.

Confira alguns exemplos: Que tipo de conteúdo você consome?, Você gosta de ler?, Tem interesse por raciocínios lógicos?, O que mais gera interesse quando precisa estudar?

Outra boa opção para ajudar você nessa escolha é realizar um teste vocacional, além de conversar com professores e profissionais das duas áreas. A partir daí, você pode começar ter mais direcionamento para embasar suas escolhas. E procure não se colocar muita pressão. É normal que apareçam dúvidas.

Então, depois de ter mais clara a opção por exatas e humanas, vale ir mais a fundo. Aí, você pode descobrir detalhes sobre um curso específico. Avaliando aspectos como a grade curricular, tempo de duração e outros pontos relativos à rotina de quem é formado nele. Tais como: possibilidades no mercado de trabalho e remuneração média.

E aí, compreendeu um pouco melhor as principais diferenças entre Humanas e Exatas? Comente aqui embaixo e participe do nosso blog.

Além disso, temos diversos conteúdos que podem ajudar nesse processo. Confira, por exemplo, os posts: Direito EAD: as vantagens de estudar à distância para área e Engenharia Civil EAD: como funciona o curso.

Kaife Cremonezi Torres

Comentar