UnP - Carreiras
Seriados de medicina

Jogo dos “7 erros” em seriados de Medicina

Os seriados de medicina da televisão ou do Netflix tornaram-se um fenômeno mundial. A causa de tanto frissom em torno dessas obras pode ser o clima de tensão para descoberta do diagnóstico e a eterna correria dos corredores hospitalares atraem espectadores do mundo todo.  Isso sem mencionar a incansável tentativa de salvar vidas, que proporcionam entretenimento aliado à adrenalina.

Séries como The Good Doctor, Grey’s Anatomy, Dr. House e Scrubs são séries aclamadas, que buscam retratar a rotina intensa dos profissionais da área de Medicina. Por outro lado, a série The Knick conta a história de um brilhante cirurgião viciado em cocaína, que começa a explorar a Medicina moderna no início do século XX.

E essas são apenas cinco séries espetaculares de um universo de outros programas dedicados aos profissionais do “jaleco branco”. Esse tema é perfeito para quem quer se arrastado para dentro do mundo da medicina e conhecer as dificuldades e realizações dessa profissão. 

Mas, hoje, trouxemos uma proposta diferente: preparamos uma lista com os erros mais chamativos dos seriados de medicina, que nunca deveriam passar despercebidos. Vem ver!

Lista dos 7 maiores erros dos seriados de Medicina

1. Onde estão as enfermeiras nos seriados de medicina?

The Good Doctor é uma série de drama que contam a história de um jovem médico cirurgião autista. O personagem principal, Shaun Murphy (Freddie Highmore), é um cirurgião portador de um tipo de autismo, a Síndrome de Savant. Ele participa da equipe de residentes do Hospital San Jose St. Bonaventure.

Porém, a Síndrome de Savant, é um distúrbio psíquico raro, que lhe proporciona uma genialidade surreal. Shaun possui uma capacidade analítica muito acima da média e uma memória perfeita, por exemlo. Por outro lado, o médico tem uma grande dificuldade em se comunicar com as pessoas.

Dentre as peculiaridades da série, o que mais chama atenção é que raramente a equipe conta com a participação de enfermeiras ou outros profissionais. Ou seja, eles mal aparecem em toda a série!

Na série Dr. House, essa falha é ainda mais evidente, já que os médicos estão sempre encarregados de todos os procedimentos que, geralmente, são realizados por enfermeiros. Porém, na vida real, claramente um hospital (principalmente de emergência) não funciona assim. Vale ressaltar que o trabalho de enfermeiros é essencial e sempre em conjunto com os médicos.

2. A decisão de Izzie

Grey’s Anatomy é, com certeza, um dos maiores sucessos no mundo dos seriados sobre medicina. A série acontece no hospital Seattle Grace, onde a personagem principal, Meredith Grey (Ellen Pompeo), é aprovada em um dos melhores programas de residência médica.

Toda a história busca retratar com muita realidade as dificuldades e a rotina dos residentes médicos e cirurgiões, além de evidenciar os mais diversos dilemas médicos. Tudo isso, sem deixar de explorar a vida pessoal dos personagens.

Grey’s Anatomy é uma série que oferece uma boa ideia do que é a área de Medicina. Mesmo assim, ela não deixa de cometer alguns erros de conduta médica que são bastantes questionáveis. O principal deles são as relações sexuais dentro do hospital, além de agressões físicas e discussões acaloradas.

graduação de medicina

Mas, dentre todas essas inconsistências, o erro que mais chama atenção é o envolvimento emocional de “Izzie” ou Isobel Stevenss com um paciente que espera por um transplante de coração. 

Obviamente, tal paciente não era o único na fila do transplante. Assim, quando surgiu uma oportunidade de um novo transplante, Izzy acabou forjando uma piora em seu quadro médico cortando o fio LVAD (Dispositivo de Assistência Ventricular).

Esta atitude da profissional tornou o paciente dono do órgão instantaneamente. Se tal fato acontecesse de verdade, a profissional seria demitida por justa causa e poderia responder criminalmente! 

3. Uso de equipamentos metálicos perto da máquina de ressonância magnética

Já a série Scrubs veio para oferecer leveza aos seriados de medicina. A história de Scrubs é uma comédia sobre a rotina dos médicos residentes e funcionários imprevisíveis em um hospital-escola superlotado de pacientes.  

A maior parte da história da série é contada pela perspectiva de John Dorian, um residente médico muito criativo, que está lutando bravamente para se tornar um médico bem sucedido.

Entretanto, sua mente criativa, às vezes, pode ir um pouco longe demais. Assim, ele acaba misturando a realidade com a sua imaginação, criando situações hilárias e inusitadas.

O erro nesta série poderia passar despercebido se você não prestar muita atenção. Mas no 12° episódio da primeira temporada, John acompanha uma paciente na máquina de ressonância magnética. Mas, há um pequeno detalhe: ele está usando equipamentos metálicos como, por exemplo, o relógio e o estetoscópio.

Uma gafe muito séria considerando que a máquina cria um forte campo magnético que atrai objetos que contém ferro e metal podendo se mover com muita força e acabar machucando o paciente.

4. Casos de convulsões com tratamento errado

Em várias cenas de Dr. House e Grey’s Anatomy, você vai presenciar cenas muito impactantes de médicos correndo para socorrer pacientes que estão tendo convulsões. Entretanto, nessa correria, a forma como a situação foi conduzida, não passa despercebida.  

Um estudo, realizado em 2010, analisou 327 episódios das séries House, Private, Grey’s Anatomy, ER e Practice. Tal estudo constatou que 71% dos casos de convulsão foram atendidos de forma errada. Em várias cenas podemos presenciar os médicos segurando o paciente ou até mesmo colocando algo na boca.

Na verdade, médicos e especialistas afirmam que ninguém, jamais, deve tentar segurar a pessoa, muito menos introduzir objetos na boca de pacientes em convulsão. O correto é dar espaço e virar a cabeça da pessoa de lado, para que ela não se engasgue. 

6. Seriados de Medicina RCP = recupera e cura paciente

rcp

A RCP é uma técnica de ressuscitação cardiopulmonar, ou seja, uma massagem cardíaca que envolve um conjunto de manobras destinadas a garantir a oxigenação dos órgãos. Sendo assim, uma das orientações para realizar a RCP é manter os braços firmes e rígidos.

Entretanto, nos seriados médicos, podemos observar os cotovelos flexionados (dobrados) para não machucar os atores.

7. Monitor cardíaco nos seriados de medicina

seriados de medicina

Outro ponto interessante nos seriados de medicina é o momento em que um paciente morre. Ele imediatamente tem ausência de ritmo cardíaco, mais conhecida entre os médicos como assistolia. 

Nas séries, essa parada cardíaca é exibida com uma linha reta para representar que o paciente morreu. Mas, na realidade, é exibida uma linha com pequenas variações, ou seja, quase reta, no monitor cardíaco. A linha completamente reta é uma das grandes invenções dos seriados médicos, para conferir mais dramaticidade à cena de morte. 

Mesmo assim, independente dos erros, as séries são ótimas opções que vão oferecer uma ideia muito próxima da rotina do profissional da área de medicina, além de ser um excelente exercício para jovens profissionais. Então, agora, que vocês conhecem alguns erros, conseguem lembrar mais alguns nas séries? Conte para a gente nos comentários!

Paloma Silva

Comentar