Blog da UnP
9 mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos para você saber mais sobre essa área

Mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos

Verdadeiro ou falso? Veja o que de fato é real sobre essa carreira

Cuidar da gestão de pessoas dentro de uma organização. É verdade que essa é a missão básica do RH, mas as funções desse profissional vão muito além disso. E, para você entender melhor a riqueza dessa área, selecionamos 9 mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos.

Afinal, ainda é comum que as pessoas se confundam sobre as características e atribuições de quem está nessa carreira. Para se ter uma ideia da amplitude desse campo, o RH pode se dividir em 5 subáreas para administrar as mais diversas questões. São elas:

 

  • Recrutamento e seleção

  • Treinamento e desenvolvimento

  • Departamento pessoal

  • Cargos e salários

  • Benefícios

 

Trata-se de uma graduação que vem ficando mais popular entre os estudantes. De acordo com o Censo da Educação Superior, entre os anos de 2018 e 2019, houve um crescimento de quase 9% no número de estudantes de cursos superiores ligados à Gestão de Recursos Humanos.

Segundo o levantamento produzido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em 2019, havia mais de 178 mil universitários matriculados em graduações relacionadas à gestão de RH.

Um outro dado interessante sobre esses cursos das instituições de ensino superior é relativo ao formato. Mais de 66% dos estudantes preferem realizar essa graduação no modelo de educação digital.

Uma possível razão para isso é a flexibilidade oferecida pelo ensino à distância. Nele, o aluno tem autonomia de escolher a hora e o local em que vai estudar. Além de também poder dispensar gastos com deslocamento, por exemplo.

Na UnP, o curso EAD de Gestão de Recursos Humanos é um tecnólogo. Ou seja, tem duração de quatro semestres e é bem direcionado para quem procura uma rápida inserção no mercado de trabalho. Confira mais informações sobre aqui.

Você pensa em fazer uma graduação para trabalhar nesse campo profissional? Tem dúvidas se o dia a dia dessa carreira combina com seu perfil?

Uma boa saída para tirar suas dúvidas é dar uma olhada nos mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos. Separamos todos eles logo aqui embaixo. Confira:

9 mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos para você saber mais sobre essa área
9 mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos para você saber mais sobre essa área

1. Gestão de Recursos Humanos é uma área importante para todas as empresas

Resposta: verdade

A existência do setor de RH é fundamental, independente do tamanho da empresa. A atuação dos profissionais da área contribuem com diversos processos organizacionais.

Alguns exemplos são treinamento e motivação da equipe, programas e benefícios oferecidos. Por consequência, esses processos influem diretamente nos resultados dos projetos da empresa.

2. A função do RH é apenas contratar e demitir funcionários

Resposta: mito

Ainda que sejam lembrados muito por isso, a atuação dos profissionais de RH vai além da seleção de novos funcionários ou da dispensa de quem já faz parte do quadro de uma empresa.

Essa área é estratégica e executa importantes funções que envolvem planejamento e organização de diversos processos. O setor de RH contribui, por exemplo, por tomar decisões que influem no desenvolvimento de lideranças, aumento do engajamento dos funcionários, melhorias na gestão e até inovação.

 

3. Gestão de pessoas é algo muito caro

Resposta: mito

O investimento no setor de recursos humanos é necessário também para reduzir os custos de uma empresa. Ou seja, o valor investido tem um grande retorno e compensa. Isso porque a equipe da área ajuda a aumentar a eficiência dos colaboradores, diminuir desperdícios, além de contribuir com a mensuração de resultados.

 

4. Tecnologia é algo interessante e necessário na área de RH

Resposta: verdade

A área de Gestão de Recursos Humanos conta com diversas opções de softwares e sistemas que auxiliam em uma melhor atuação. Há, por exemplo, recursos digitais que auxiliam no gerenciamento de funcionários, pagamentos e folha de ponto.

Além de outros que analisam o retorno sobre investimentos na equipe, desempenho, engajamento no trabalho e que mensuram de resultados.

 

5. O número de treinamentos realizado por uma equipe determina a eficiência dela

Resposta: mito

O volume nem sempre é relevante quando o assunto é a parte de treinamento e desenvolvimento de uma empresa. Na verdade, deve-se levar em conta a qualidade, relevância e o engajamento dos funcionários nesse tipo de atividade.

É importante que os cursos e treinamentos promovam melhorias reais na rotina dos colaboradores, além de um impacto real nos resultados da organização. A boa avaliação desses pontos faz parte do que o RH precisa considerar para planejar esse tipo de ação.

 

6. A única maneira de incentivar funcionários é por meio do salário 

Resposta: mito

Há diversas formas de estimular uma equipe de trabalho e, parte das funções da área de RH é identificar qual é a mais efetiva, relevante e possível de ser aplicada conforme o momento.

Alguns exemplos são: benefícios, parcerias com outras empresas, oportunidades de crescimento na carreira, viagens de incentivo, entre outros.

 

7. É possível analisar diversos indicadores e determinar o retorno sobre investimento em RH

Resposta: verdade

Há várias formas de avaliar o retorno das ações de uma equipe de Gestão de Recursos Humanos sobre um determinado ambiente de trabalho. A melhor maneira depende, é claro, dos principais objetivos da empresa durante o período avaliado.

Como mencionado anteriormente, há sistemas e ferramentas digitais que ajudam a avaliar, por exemplo, o retorno em projetos, melhorias financeiras, redução de custos ou o engajamento dos funcionários.

 

8. Realizar entrevistas intimidadoras é interessante para um profissional de RH

Resposta: mito

A parte de recrutamento e seleção é uma das funções que fazem parte da rotina de uma equipe dessa área, como já mencionamos. Porém, ao contrário do que se pode imaginar, não é interessante que um recrutador amedronte os candidatos de alguma forma.

É importante que o funcionário de RH transmita tranquilidade. Assim é possível que ele avalie a pessoa que passa pelo processo de seleção de uma maneira mais efetiva.

 

9. Gestão de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas é a mesma coisa

Resposta: mito

Essas áreas estão relacionadas, no entanto, não são a mesma coisa. A diferença entre elas está principalmente nas atribuições dos membros dessas duas áreas.

O RH trabalha com o relacionamento entre a organização e o funcionário de uma maneira mais geral. Já a gestão de pessoas é focada no treinamento e desenvolvimento de competências.

O que achou dos mitos e verdades sobre Gestão de Recursos Humanos? Está mais seguro para seguir na carreira? Comente aqui embaixo o que acha da área. Sua contribuição é sempre bem vinda aqui.

Aproveite também para dar uma olhada nestes dois posts para ter mais respostas sobre assuntos relacionados ao tema principal deste texto: Cursar Psicologia ou Recursos Humanos? e Curso na área de Gestão: está pensando em fazer um?

Luca Contro

Comentar