Blog da UnP
Perfil profissional

Saiba como descrever seu perfil profissional

Iniciar uma carreira não é um processo muito fácil para ninguém, menos ainda é saber como descrever seu perfil profissional.  Embora você já tenha ouvido dicas de pessoas próximas, oferecendo ideias de como se comportar em uma entrevista ou o que precisa ter no seu currículo, vale a pena conhecer muito mais sobre o assunto.

Saber descrever o seu perfil profissional é uma das principais preocupações de qualquer pessoa que está iniciando uma carreira. Mas fique tranquilo! Anote as nossas dicas e prepare-se para mandar bem nas próximas entrevistas de emprego!

Saiba como descrever o seu perfil profissional

O que é perfil profissional?

De uma forma bastante objetiva, o perfil profissional é a apresentação de suas habilidades em sua área de atuação.  Portanto, essa descrição precisa contar, de forma resumida, um pouco do seu histórico profissional, suas qualificações e competências.

Certo, mas se estou buscando minha primeira oportunidade de trabalho, eu tenho qualificações e competências profissionais? Sim, com certeza!

E foi pensando nisso que preparamos esse conteúdo para você descrever suas habilidades e competências em três passos simples. Vem conferir!

Primeiro passo: autoconhecimento

O primeiro passo para identificar suas qualificações profissionais é entender qual é a sua personalidade! Ter uma ideia de quem você é já vai permitir que você priorize e liste suas habilidades, competências, além de qualificações que são fundamentais no mercado de trabalho.

Hoje, existem diversos testes de personalidade grátis que vão te ajudar a compreender quais são os seus pontos fortes e fracos. Além de características que influenciam no seu dia-a-dia profissional.

Os testes de personalidade são elaborados por psicólogos que utilizam de perguntas ou testes gráficos, com o objetivo de mostrar quais são seus traços inatos e adquiridos. Sendo assim, os testes vão revelar um pouco mais do nosso caráter e temperamento, de forma que muitas vezes nós mesmos desconhecemos.

Agora você já sabe como funciona o teste de personalidade, bora fazer um? É bem rápido e muito importante nesse processo de se conhecer como um profissional. Portanto, corre para fazer o  Teste de personalidade que a gente te espera! 

Segundo Passo: suas atitudes na prática

Após realizar o seu teste de personalidade, você deve ter lido o resultado com atenção. Então, observou que, ali,  consta um conjunto detalhado de características, comportamentos e habilidades. Além disso, há uma explicação mais profunda sobre seus traços de comportamento e atitudes com outras pessoas e frente a mudanças.

Bom, aqui vale uma autoanálise: pense em situações em que esses conjuntos de características e habilidades ficaram bem evidentes. Com esse exercício, você vai poder descrever no seu currículo algumas das suas “soft skills”. E para ficar mais claro, vale conferir esses 2 exemplos: 

  1.  Se o resultado do seu teste informou, por exemplo, que você é um protagonista, você pertence ao grupo de diplomatas. Sendo assim, você pode ter como característica o carisma, a autenticidade e facilidade de comunicação.
  2. Se o seu teste informou uma personalidade do tipo arquiteto, então você faz parte do grupo de analistas. Portanto, como característica, você pode ser uma pessoa estratégica, curiosa, porém focada e confiante em seu domínio, que gosta de compartilhar conhecimento.

Terceiro passo: descrição das atividades

Então, vamos à dica mais importante para descrever seu perfil profissional e que pouquíssimas pessoas colocam em prática.

Se você já realizou algum curso técnico, graduação, esse é o momento de você mostrar que tem esses conhecimentos e técnicas que podem contribuir dentro de uma empresa. Além de colocar no seu currículo, o curso, semestre e o nome da instituição de ensino, você pode colocar em habilidades e o conhecimento que você já adquiriu no curso.

Por exemplo, se você já estudou e está aprovado na matéria de Criação Publicitária, você já tem essa habilidade profissional. Então, você deve apresentar essa habilidade no seu currículo e vale o mesmo para os cursos. Mas, é fundamental ter bom senso, não vai adiantar você colocar a sua grade curricular inteira do seu curso no seu currículo. 

Tente sempre dar visibilidade para o que é de mais importante na sua formação! Um exemplo: se você é estudante de Comunicação e Marketing, você não precisa colocar que tem habilidade em Comunicação, mas Cultura Digital ou Mídia já é bem interessante e pode dar mais visibilidade para o seu currículo.

Mas como eu vou apresentar essas habilidades em uma entrevista de emprego? 

Durante a uma entrevista de emprego, provavelmente, alguém vai pedir para você falar sobre essas habilidades. Explique o que você sabe sobre o tema e esteja preparado para falar o que você já produziu durante o curso. Todos os trabalhos produzidos para sua graduação, podem e devem ser utilizados como portfólio para representar tudo que você aprendeu.

Ah, e não esquece de mencionar algumas habilidades que você se identificou no teste de personalidade para tornar sua apresentação mais pessoal. Isso é muito importante para gerar mais empatia e criar uma aproximação com o recrutador.

Bom, agora você já tem mais informações necessárias para descrever o seu perfil profissional sem medo e com todos os detalhes necessários. Mas para garantir o match definitivo nesse processo confira também mais dicas sobre o perfil Linkedin – Como criar um perfil mais atrativo.

Paloma Silva

Comentar