Blog da UnP
Veja quais as diferenças entre Engenharia Civil e Elétrica para fazer a melhor escolha

Engenharia Civil ou Engenharia Elétrica? Veja o curso ideal para você

Confira as características e diferenças entre essas duas graduações para fazer a melhor escolha

A dúvida “faço Engenharia Civil ou Engenharia Elétrica?”. Já passou pela sua cabeça? Fique tranquilo! Quem pensa em ser engenheiro provavelmente já se perguntou qual especialização seguir em algum momento. Este post é exatamente para ajudar você nisso.

Dentre as várias carreiras para seguir no ramo, a Engenharia Civil é a mais procurada. De acordo, com o Censo da Educação Superior de 2019, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), o curso é o 6º mais popular em número de matrículas entre todos os de graduação.

Já a Engenharia Elétrica é menos popular. Também segundo o INEP, o curso representou o 4º lugar em número de profissionais formados no ano de 2016. Totalizando 9,6%  dos ingressantes na profissão naquele ano.

Mas é claro que a escolha pela carreira ideal deve ir muito além desses números. Para tomar uma boa decisão, é fundamental levar em conta o mercado de trabalho, os diversos tipos de áreas de atuação, salário médio, entre outros aspectos.

Por isso, montamos abaixo uma espécie de ficha técnica básica para que você tenha noção desses e de outros detalhes importantes sobre os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica.

Na UnP, as duas graduações podem ser realizadas no formato digital. Dessa maneira, as informações abaixo dão conta desse modelo de ensino, ok? Confira:

Veja quais as diferenças entre Engenharia Civil e Elétrica para fazer a melhor escolha
Veja quais as diferenças entre Engenharia Civil e Elétrica para fazer a melhor escolha

ENGENHARIA CIVIL

 

Duração do curso de Engenharia Civil

10 semestres.

 

Mercado de trabalho para o engenheiro civil

O profissional formado em Engenharia Civil projeta, gerencia e executa obras e construções. Para isso, leva em conta aspectos como estabilidade da edificação e segurança dos usuários. Além de outros, como análise de insolação, aproveitamento da ventilação e definição do melhor tipo de solo.

Quem atua na área também fica responsável por atividades como: elaboração de projetos de estruturas, instalação e conservação de redes hidráulicas e de coleta de esgotos. Além de muitas outras.

 

Áreas de atuação para o engenheiro civil

O campo de atuação para este curso é amplo, o que proporciona a possibilidade de trabalhar em empresas diversas. Confira apenas alguns exemplos de alguns locais em que você pode se empregar:

 

  • Construtoras
  • Indústrias de concreto e pré-moldados
  • Serviço Público
  • Estradas e Transporte
  • Empresas de Engenharia Civil
  • Organizações públicas de abastecimento, saneamento e controle sanitário
  • Órgãos públicos de fiscalização de obras e serviços
  • Empresas Imobiliárias
  • Escritórios de projetos de construção civil
  • Entidades de fiscalização do uso e ocupação do solo urbano
  • Assessorias de consultorias de construção civil

 

Quanto ganha um engenheiro civil 

Segundo pesquisa feita pelo Site Nacional de Empregos (Sine), a média salarial nacional para engenheiro civil fica entre R$ 4.374 e R$ 18.048. O valor depende de fatores como tempo de experiência, região e porte da empresa em que o profissional trabalha.

 

Saiba mais sobre o curso clicando aqui

 

ENGENHARIA ELÉTRICA

 

Duração do curso de Engenharia Elétrica

10 semestres.

 

Mercado de trabalho para o engenheiro elétrico

Esse profissional que também é chamado de engenheiro eletricista é o responsável por projetar, desenhar e conduzir as instalações de circuitos elétricos em construções, usinas e indústrias. Para isso, ele observa questões como a distribuição e fornecimento de energia de forma segura e eficaz.

Além disso, quem faz parte da área também pode trabalhar na criação e desenvolvimento de máquinas, equipamentos, circuitos e de tecnologia em geral para a indústria eletrônica.

 

Áreas de atuação para o engenheiro elétrico

O campo de atuação para este curso é vasto, o que garante boas oportunidades. Sendo assim o profissional formado na área garante uma boa posição, podendo atuar em diversos locais. Veja apenas alguns exemplos:

 

  • Usinas
  • Subestações
  • Linhas de Transmissão
  • Empresas de Telecomunicações
  • Construtoras
  • Indústrias que fabricam sistemas elétricos e de automação
  • Unidades consumidoras, geradoras e transmissoras de energia elétrica
  • Empresas de vistoria, perícia e inspeção de projetos de Engenharia Elétrica
  • Empresas de pesquisa e desenvolvimento científico de sistemas elétricos
  • Empresas de desenvolvimento de projetos de eficiência energética e energia renovável

 

Quanto ganha um engenheiro elétrico?

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o salário varia entre R$ 7.982,40, para um profissional júnior, ; até R$ 10.767,56 para um sênior.

 

Saiba mais sobre o curso clicando aqui

 

E aí, o que achou das áreas de Engenharia Civil e Engenharia Elétrica? Já é capaz de decidir por alguma das duas? Deixe seu comentário aqui embaixo. Sua contribuição é essencial para o nosso blog.

Confira também estes dois outros posts que podem ajudar você na escolha de uma graduação ou para avançar na carreira: Engenharia: confira as 5 modalidades mais procuradas e Curso de Engenharia Ambiental: confira dicas.

Luca Contro

Comentar