UnP - Carreiras
Farmácia

Farmácia: um guia completo

Quem pensa que a área de biológicas está restrita a trabalhar com animais ou ser médico, está errado. Dentro desse segmento há diversas profissões interessantes, como é o caso do curso de Farmácia, e que podem ser incluídas na seleta lista de profissões do futuro.

Portanto, quando se pensa em Ciências Biológicas, deve-se levar em consideração que elas estudam todas as formas de vida, desde seres humanos, até plantas e microrganismos.

Nesse contexto, há diferentes habilidades que essa ciência pode trabalhar, como a Zoologia, Microbiologia, Imunologia, Biologia Marinha ou Vegetal, Biofísica, Genética.

No Brasil há um setor da indústria que ganha bilhões de reais todo ano – por estado – o farmacêutico. Ele está totalmente ligado a biologia, pois estuda a composição e processos de medicamentos, cosméticos e muitos outros produtos.

Nosso país é responsável – em média – por 2% desse mercado mundial, o que nos faz ocupar o top 10. No entanto, ao pensarmos em América Latina, estamos na frente do México e da Argentina, portanto ocupando a liderança no ranking.

Sendo assim, investir nesse setor ou trabalhar nele é algo positivo, na maioria das vezes. Todas as ciências procuram maneiras de melhorar a qualidade e expectativa de vida da população e isso inclui o desenvolvimento de medicamentos, vacinas, entre outros elementos.

O Brasil conta com mais de 200 laboratórios regularizados, o que leva o setor a precisar de mão de obra. Portanto, o mercado nacional farmacêutico tende a crescer.

Então, vamos falar um pouco mais sobre a carreira de Farmácia. Você vai conhecer mais sobre a graduação, o perfil do estudante e possibilidades no mercado de trabalho.

Farmácia
Farmácia

Quando começou a história da Farmácia?

Na Prússia, lá em 1240, existia um imperador que chamava Frederico II. Ele assinou oficialmente um edital que separava a Farmácia da Medicina, pois antes, elas eram estudadas concomitantemente.

Além disso, na mesma época, o código de ética dessa profissão surgiu. Porém, quando se trata de Brasil, o ensino de Farmácia iniciou-se apenas em 1824.

Assim, no ano seguinte, ocorreu a consolidação do curso no país. Então, foi criada a Faculdade de Farmácia da Universidade do Rio de Janeiro.

Em 20 de janeiro de 1916, nasce a Associação Brasileira de Farmacêuticos (ABF). Desde então, o dia 20 de janeiro é visto com o Dia do Farmacêutico.

Mas, foi após a Segunda Guerra Mundial que a indústria farmacêutica ganhou ainda mais destaque. E isso ocorreu porque com a grande industrialização e o Estado compromissado com a saúde, os medicamentos super industrializados foram trocados por fórmulas manipuladas.

As pessoas que são responsáveis por fazer, estudar, comprovar essas fórmulas, são os farmacêuticos. Desde então, esse mercado vem evoluindo com seus diferentes tipos de pesquisa.

Como é a graduação em Farmácia?

Com mais de 20 anos de experiência no ensino farmacêutico, o Bacharelado em Farmácia da UnP oferece um programa de ensino inovador. Ele tem 10 semestres e carga horária com um total de 4.179 horas.

Cursar Farmácia é sinônimo de aulas práticas, portanto além das aulas comuns, há espaço para laboratórios com equipamentos modernos e eficientes. Sendo uma excelente oportunidade para aprender e integrar teoria à prática.

Confira a grade curricular de Farmácia.

  • Análises Clínicas I e II /Análises Toxicológicas e Ambientais
  • Assistência Farmacêutica
  • Bioestatística e Epidemiologia
  • Bioquímica de Alimentos
  • Biotecnologia de Produtos Farmacêuticos
  • Controle de Qualidade de Produtos Farmacêuticos e Cosméticos
  • Deontologia e Legislação Farmacêutica
  • Desenvolvimento Humano e Social
  • Educação e Comunicação em Saúde
  • Estágio Supervisionado I, II, III, IV, V e VI
  • Estilo de Vida, Saúde e Meio Ambiente
  • Estrutura e Função Humana
  • Ética e Profissionalismo
  • Farmácia Clínica e Hospitalar
  • Farmácia Magistral e Cosmetologia
  • Farmacognosia
  • Farmacoterapia
  • Físico-Química
  • Fundamentação Química e Fundamentos de Nutrição
  • Gestão em Serviços de Saúde
  • Mecanismos de Agressão e Defesa I e II
  • Metodologia Científica
  • Optativa
  • Práticas em Farmácia
  • Processos Biológicos
  • Programa de Integração Saúde Comunidade
  • Químicas: Analítica, Orgânica, Farmacêutica e Farmacodinâmica
  • Saúde Coletiva
  • Sistemas Corporais
  • Tecnologia Farmacêutica
  • Terapêutica Medicamentosa
  • Terapias Integrativas e Complementares
  • Trabalho de Conclusão de Curso I e II
Farmácia
Farmácia

Onde os profissionais de Farmácia podem trabalhar?

Como visto anteriormente, esse mercado tende a crescer. Confira abaixo quais são os lugares em que esse profissional pode trabalhar.

  • Indústrias de medicamentos

Pesquisando e produzindo novos fármacos e medicamentos alopáticos homeopáticos.

  • Organismos públicos

Nos setores de farmacovigilância, controlando a qualidade dos insumos e de medicamentos;

  • Indústria de alimentos

É possível trabalhar ajudando na produção e controle da indústria.

  • Farmácias e drogarias comerciais, hospitalares e ambulatoriais

Atuando na dispensação farmacêutica, na atenção farmacêutica aos clientes e no gerenciamento.

  • Laboratórios bioquímicos e/ou centros de análises clínicas

Realizando análises clínicas e toxicológicas.

  • Empresas públicas e/ou privadas produtoras de medicamentos

Nos departamentos de controle de insumos e vigilância farmacêutica, emitindo pareces e laudos.

  • Farmácias de manipulação

Produzindo medicamentos e prestando a atenção farmacêutica à população.

Qual a remuneração do graduado em Farmácia?

O salário de um profissional pode variar, já que há muitas possibilidades no mercado de trabalho. Portanto, tudo depende muito de onde o profissional irá construir sua carreira.

O piso salarial no Brasil é de R$3.168,50, mas tem que levar em consideração o tempo de atuação no mercado, já que o profissional júnior ou recém-formado não terá o mesmo salário que um profissional sênior.

Perfil do estudante de Farmácia

Para trabalhar na área da saúde é essencial que você goste de cuidar de pessoas. Afinal, ao criar qualquer remédio, vacina, você faz uma mistura de substâncias que são voltadas para salvar vidas.

Assim, trabalhar com pesquisa e infinitas fórmulas, requer concentração, por isso ser observador e detalhista, é importante.

Porém, o que é um diferencial, não só para essa profissão como para muitas, é se manter atualizado. O mercado farmacêutico está sempre cheio de novidades e é preciso ler muito, estudar e estar atento as suas inovações.

Que tal ser um profissional de Farmácia de sucesso? E qual seria o seu remédio ou pesquisa dos sonhos?

Heloísa Campos

Comentar