UnP - Carreiras
Pós-graduação Descubra qual é a diferença entre MBA, Mestrado e Doutorado

Pós-graduação: diferenças entre MBA, Mestrado e Doutorado

Pós-graduação

Depois de conhecer as diferenças entre graduação semipresencial e a distância, chegou a hora de pensar na pós! A pós-graduação tem como principal finalidade proporcionar a oportunidade do profissional aprimorar suas habilidades e conhecimentos que foram adquiridas durante a Graduação. É essencial durante o processo de tomada de decisão que você reflita sobre seus objetivos profissionais e onde pretende chegar com a especialização.

Diante da situação atual do mercado de trabalho, ter apenas a Graduação no currículo deixou de ser suficiente. Então, é fundamental pensar estrategicamente em sua carreira a médio e longo prazo.

Sendo assim, é preciso analisar se este é de fato o momento ideal para você assumir uma especialização profissional que vai exigir muito tempo e esforço. Não adianta escolher uma pós-graduação, só porque você concluiu sua primeira formação e acredita que a pós vai te trazer uma colocação profissional melhor de imediato.

A convivência com o dia-a-dia do trabalho da sua área, pode contribuir para identificação quais são as áreas e especialização profissional que você precisa se aperfeiçoar. Além de possibilitar que você mesmo identifique quais habilidades estão faltando para o seu crescimento profissional e quais são mais valorizadas pelo mercado.

Hoje preparamos um conteúdo com as principais diferenças e benefícios entre MBA, Mestrado e Doutorado, para que no momento certo, você possa fazer a melhor escolha para sua carreira profissional, confira.

Qual é a diferença entre Pós-graduação, MBA, Mestrado e Doutorado?

Existem dois tipos de cursos de pós-graduação, é o Lato Sensu (sentido amplo) e o Stricto Sensu (sentido restrito).

Os cursos Lato Sensu são aqueles de especializações e MBA’s, voltados para o mercado e trabalho, enquanto os cursos stricto Sensu englobam nessa categoria os Mestrados Acadêmico, Mestrados Profissionais e Doutorado. Ou seja, cursos que são voltados em áreas acadêmicas com ênfase em pesquisas e estudos.

Lato Sensu

A categoria Lato Sensu tem como objetivo aprimorar habilidades, que acrescentam na formação do profissional com finalidade de melhorar na área de atuação. Geralmente os cursos lato têm menor prazo de duração, (em média de 12 a 18 meses), mas podem variar de acordo com instituição e desempenho do aluno.

A Instituição de ensino que oferece cursos de Graduação já conta com aprovação do Ministério da Educação (MEC), e é autorizada disponibilizar cursos de Pós-graduação Lato Sensu, sem a necessidade de autorização prévia para criar novos cursos.

  • Especialização

    Todos os cursos realizados após a primeira formação são considerados como especialização. Eles são voltados para o mercado de trabalho e englobam todas as áreas do conhecimento.

    Esse tipo de curso normalmente é visto como uma oportunidade do profissional que deseja mudar de área. Isso porque os cursos normalmente são abertos para graduados de qualquer área de formação.

    Além de possuir um caráter mais técnico, conforme orientação do MEC, você também pode escolher uma especialização com foco mais restrito (por exemplo, Comunicação, área mais ampla ou algo mais específico, como Comunicação nas Organizações).

  • MBA

    Cursos MBA (Master in Business & Administration) são aqueles de pós-graduação voltados especialmente para área de Business. Isto é, o foco deles está em temas relacionados a negócios e Gestão Empresarial, de acordo com o MEC. Eles estão no mesmo nível acadêmico que uma pós-graduação e, por este motivo, é considerado um curso “Lato Sensu”.

    Dessa forma, por mais que essa especialização tenha como foco o administrativo, é possível encontrar de outras áreas, como MBA’s de comunicação, da saúde, logística e contabilidade, entre outras.

    Outro grande diferencial é que para quem deseja cursar MBA, mas já tem experiência no mercado. O seu “aprendizado experiencial” vai contribuir muito para ampliar seus conhecimentos para sua formação profissional.

Geralmente, os cursos Lato Sensu são pagos, tanto em instituições privadas como nas públicas. A cobrança da pós-graduação ocorre normalmente tanto em Universidades Estaduais e Federais, porque os cursos não são considerados “atividades de ensino regular”, como acontece com mestrados e doutorados.

Confira tudo sobre pós-graduação Lato x Stricto Sensu

Stricto Sensu

Já os cursos Stricto Sensu disponibilizam conteúdos mais aprofundados e teóricos, com objetivo na formação de pesquisadores e docentes com títulos mais específicos e restritos. Essa categoria engloba os mestrados e dourados, normalmente indicados para profissionais que desejam seguir carreira acadêmica e de pesquisa.

Os cursos de especialização Stricto sensu precisam de autorização prévia do MEC para funcionar. Porém, cabe ao órgão regulador, a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), realizar a recomendação dos cursos, a fim de que sejam disponibilizados.

Em relação aos conteúdos, os cursos Stricto Sensu são mais aprofundados e teóricos, com objetivo na formação de pesquisadores e docentes profundamente especializados em um tema. Assim, por serem mais específicos, a modalidade pode ter em média de 2 há 4 anos de duração

Mestrado

Como mencionado acima, os cursos de Mestrado normalmente são mais aprofundados, do ponto de vista acadêmico. Isso porque estimulam a reflexão teórica. Normalmente, possuem duração de dois anos.

Os cursos de Mestrado precisam somar uma nota mínima de 3 pontos em uma avaliação de 1 a 7. Sendo assim, se o curso apresentar nota 5, já é considerado como “elevado padrão de qualidade”.

Em 2009, foi regulamentado o Mestrado Profissional, que, como o nome já diz, possui um foco mais direcionado para o mercado de trabalho. Porém, como essa modalidade é recente, a oferta do curso pode ser bastante restrita.

Doutorado

Nessa modalidade, o aluno é responsável por criar teorias a partir dos seus conhecimentos acadêmicos, que serão muito mais desenvolvidos e aprofundados.

O doutorado dura em média quatro anos, mas o prazo para formação pode sofrer variações. Outro fator muito relevante sobre essa modalidade é que, normalmente as pessoas cursam primeiro o mestrado para depois o doutorado. Mas esta não é uma regra obrigatória.

Devido ao grau de complexidade para o desenvolvimento do conteúdo necessário para sua formação nessa modalidade, é recomendável que se possível você se dedique inteiramente ao doutorado, em regime de dedicação exclusiva.

Para cursar qualquer opção de pós-graduação, é imprescindível que você tenha o certificado de conclusão da graduação. Entretanto, após a conclusão do doutorado, você pode continuar os estudos, realizando aprofundamentos de pesquisas, que são conhecidos como pós-doutorado.

Como você pode ver, será um trabalho árduo realizar o sonho de ter um diploma de pós-graduação. Porém, todo esforço é recompensado, já que profissionais que possuem esse certificado chegam a ter reajustes salariais três vezes maiores no mercado.

Pós-graduação na Universidade Potiguar

A Laureate International Universities, acredita que os estudantes são agentes transformadores e que estudar não deve ser limitada por status socioeconômicos nem por recursos governamentais.

Por isso, a Universidade Potiguar é formadora de profissionais com compromisso com a cidadania, com foco na qualidade de cada projeto pedagógico dos cursos. São mais de 200 cursos de Graduação e Pós-graduação (lato sensu e stricto sensu). Escolha o seu e dê ainda mais valor ao seu currículo! 

Paloma Silva

Comentar